COMITÊS

O coordenador Ricardo Lora participou de reunião do Comat/ CBIC que abordou o potencial da inteligência artificial e casos práticos de startups na construção civil durante última reunião do ano de 2017. Abaixo matéria completa divulgada pelo boletim CBIC Hoje e com todas as informações sobre a reunião.

Na última reunião deste ano da Comat/CBIC, realizada na sexta-feira (17/11), na sede do SindusCon-SP, em São Paulo, o presidente da Comat/CBIC, Dionyzio Klavdianos, apresentou balanço das ações da comissão em 2017 e o status das que estão em andamento, com destaque para os desdobramentos das previstas para o projeto de disseminação do BIM (Building Information Modeling) em 2018, expostos pelo líder do projeto, Paulo Sanchez. Foram aprovadas as propostas de agenda da comissão para 2018 e os temas para o 90º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), no âmbito da Comat: Inovações Disruptiva / Startups, Lançamento da 22ª Edição do Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade, Projeto para Foresight setorial e P&D Compartilhado, e Política e Fundos para C, T & I, dia 17 de maio; e Projeto de Disseminação do BIM, Lançamento do Catálogo de Normas Digital, Estudo Técnico para revisão da Norma de Desempenho, dia 18 de maio. O projeto para Foresight setorial e P&D Compartilhado, parceria CBIC e Senai-DN, foi apresentado pelo especialista de Desenvolvimento Industrial/ Unitec - Senai-DN, Luís Gustavo Delmont. O objetivo é utilizar um processo sistemático para ver o futuro a longo prazo, identificando as tecnologias genéricas emergentes e as áreas estratégicas de pesquisa prováveis para o campo econômico e para os benefícios sociais na indústria da construção. A primeira etapa do projeto será entregue durante o 90º Enic.
 
O professor da Unicamp, consultor de inovação tecnológica e mentor de startups, Antônio Bordeaux Rego, apresentou o tema “Internet das coisas”, mostrando o potencial da digitalização da indústria pela Arquitetura, como o monitoramento e reparo de equipamentos; o gerenciamento de estoque e pedidos; a eficiência energética; a segurança; e a avaliação de qualidade: “As 'estruturas inteligentes' que utilizam sensores de vibração para testar a força e a confiabilidade de uma estrutura durante a fase de construção podem detectar deficiências e, em seguida, corrigi-las antecipadamente”. Sobre o empreendimento e seu entorno, o professor explanou as potencialidades para edifícios e cidades inteligentes. Referente às ações de fomento na Indústria da Construção foi apresentado o Pré-Projeto: Construção Fora da Caixa, parceria CBIC & Sebrae, pela gerente de Negócios – Projetos CBIC, Geórgia Grace, seguido das oportunidades do Sebrae no ecossistema de startups, apresentado pela coordenadora Nacional de Casa e Construção Sebrae, Roberta Aviz, e da iniciativa do Secovi-SP, o MoviMente, visando a integração entre startups e empresas do setor, pela Coordenadora adjunta do grupo de Novos Empreendedores (NE) do Secovi-SP, Marcia Taques.
 
No último painel da reunião foram apresentados e debatidos casos práticos de startups na construção civil: Molegolar – Habitação modular resiliente, pelo fundador e CEO, Saulo Suassuna Filho; FCH Consultoria – Sistema de fixação para porcelanatos de grandes formatos em fachadas, pela pesquisadora Kelly Paiva Inouye;  Dron Drones - A tecnologia dos drones na Construção Civil, pelo fundador e CEO, Márcio Galvão; Omni-electronica - Sistemas de ventilação inteligente, pelo sócio-fundador, Arthur Aikawa; Inova House 3D - Impressão 3D na Construção Civil, pela diretora de sistemas construtivos e materiais, Bruna Figueiredo; Banheiro 360°, pelo sócio-fundador Rubens Benbassat. A reunião teve transmissão ao vivo pelo Facebook. As palestras acima são integrantes do projeto: Tendências, Melhorias de Gestão, Tecnologia e Inovação na Construção, iniciativa da CBIC com o Senai Nacional.  

Fonte: Newsletter CBIC Hoje - Foto: Tereza Sa