AÇÃO SOCIAL

#DNCS2019: Cascavel incentiva trabalhadores a se atualizarem

Dia Nacional da Construção Social (DNCS 2019) foi aberto em Cascavel (PR) às 9h deste sábado (17), no Centro de Convenções e Eventos do município. Esta é a oitava edição consecutiva em que a cidade participa do evento, que é realizado simultaneamente em 30 cidades do Brasil.

A solenidade de abertura foi prestigiada por diversas autoridades, como o prefeito Leonaldo Paranhos, secretários municipais, vereadores e outras lideranças. Quem comandou o ato foi o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Oeste do Paraná (Sinduscon/PR-Oeste), engenheiro civil João Luiz Broch.

Com o tema ‘O Mundo está mudando, e você?’, os organizadores e parceiros incentivaram os visitantes a também agirem.

Vários serviços foram prestados ao público participante, como atendimentos de saúde, ações de cidadania, recreação infantil e adulta, embelezamento, treinamentos, praça de alimentação e outras. Somente na parte da manhã, conforme levantamento dos organizadores do evento, um total de 750 pessoas estiveram no local, totalizando 4.239 atendimentos.

Em Cascavel, a parceria envolve o Sinduscon/PR-Oeste e a unidade local Sesi/Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). Para o gerente da unidade Sesi/Senai Cascavel, Hugo Armando Molina, de um modo geral as estruturas se constroem, mas, verdadeiramente, o que importa são as pessoas.

“Estamos imbuídos em fazer a diferença e mostrar que, com os nossos exemplos, podemos fazer as transformações que tanto queremos”, destacou.

De acordo com Estela Domingues, coordenadora do Comitê de Ação Social e Cidadania (Casc) do sindicato, o DNCS é nada mais do que o reconhecimento a todos os trabalhadores e trabalhadoras da construção civil que se dedicam a sua profissão.

“Esse é o merecido reconhecimento a quem ajuda a construir o Brasil”, disse.

O prefeito Paranhos afirmou que tem um carinho todo especial por esse tipo de formato de evento.

“Quem convive comigo sabe que esse tipo de ação vem ao encontro das smart cities, que são as cidades inteligentes, onde busca-se um ambiente urbano mais inteligente, conectado e humano”, destacou. 

O presidente Broch afirmou que o DNCS é feito com muito amor, dedicação e empenho por um time de voluntários, envolvendo as entidades organizadores e outras 39 parceiras.“Dessa forma, destacamos a importância do trabalhador e a força que ele tem para tornar possíveis as mudanças no mundo em que vivemos”, observou.

“O mundo está em constante mudança e é importante que essa mudança seja feita a partir de cada um de nós”, disse.

Pela primeira vez no DNCS, o carpinteiro Cícero Paulo de Matos, da construtora B4, trouxe a esposa e os filhos ao evento. “Eles se divertiram, enquanto eu aproveitei para fazer exames como próstata, pressão e glicose”, comentou. Segundo ele, ano que vem ele virá novamente. “Gostei de tudo o que vi, é uma organização perfeita”, disse.

Fonte: Agênca CBIC – 17/08/2019